Arquivos para posts com tag: trem

Elizabeth é um território em constante construção. Há uma infinidade de servos, partes do seu corpo múltiplicado, escravos. Uma máquina que jamais para enquanto vive. Cada movimento, ação, ato necessita de auxilio, mas isto não a  torna mais frágil.

IMPOTENCIA +  REALEZA

– Cavalos

– Banho

– Alimentação

– Montagem (sistema para falar, declarações a Orlando)

– Amparo das partes que caem (pelhancas, rugas, pedaços, membros)

– Abertura dos olhos terríveis

– Sensualização Ciborgue

Anúncios

Verdade, não saias da tua horrorosa caverna! Oculta-te mais profundamente, medonha Verdade! Pois tu ostentas à claridade brutal do sol coisas que mais valera não terem sido vistas nem feitas; tu descobres o vergonhoso; esclareces o obscuro. Oculta-te! Oculta-te! Oculta-te!

Woof, V. Orlando. Trad. Cecília Meireles. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1978. p. 75

aparições de poetas, Browne, Shak, Thomas, Nicholas Greene, O. e sua vocação, volta aos cães, primeira menção a Milton, no café, até agora só homens, Pope, Swift, Addison, Johnson, Boswell, sra. Williams, menção a Shelleq, ironia que é veiculada qdo se explicita o caráter construído/literário da historiografia e das biografias, transformações sociais, Quixote, chegada de Isabel, mundo isabelino, primeiro poeta, a grande geada (Jaime), chuva (gótico?), (Carlos), imperialismo, monumentos em Londres, urbanização, salonières, nuvem, (Vitória), aliança, trem, livraria, luz, tecnologia has (??), metamorfoses/carreira, Ordem da Jarreteira, amor (varonil), grande sono, 30 anos, mobilização, festas, Constantinopla, Ordem do banho = duque, roubam coroa e jarra, cigana, matriz heterossexual, estou crescendo, roupas, casa, gravidez, fantasma, 1/11/1927, contemplação, solidão, amor, 3 virgens (…), o último capítulo tem uma unidade ppria, e o final é condizente com ele, carvalho (amarrou seu coração), O. p/ Eliz., livro, lareiras, paisagem, poema, poema, poema, poema, poema, poema, seg., figueira, maolína (?), figueira, ganso selvagem, sono, metáfora (bom p. comer), 3 filhos, fé – natureza, cristianismo, uma história da poesia, amores – russa andrógina = Sacha, 3 nobres, amores insípidos, Harriet Griselda, romena, travestida? (Nell Gwyn, flerte), adorado por mulheres e poetas, mulher e homem, grande dama, homem, Rosina Pepita, capitão, sumiram, Shelmerdine

isso serve para: cada coisa entre vírgulas tem referência de página, se alguém quiser. minha edição é da nova fronteira, mas é a mesma tradução do círculo (Cecília Meireles) e deve ter um esquema pra equiparar páginas.